Hora de dormir: o sono é fundamental para o desenvolvimento saudável de crianças e adolescentes!


No dia 26 de junho, a Escola Monteiro realizará uma nova palestra voltada aos pais dos alunos, mais uma vez contemplados pelo Projeto Escola de Pais. O tema será o sono e, como palestrante convidada, a Dra. Simone Prezotti, Especialista em Medicina do Sono e Presidente regional (ES) da Associação Brasileira do Sono (ABS), estará presente para explicar e analisar o assunto junto às famílias.



Simone de O. Alvarenga Prezotti, 
Doutora em Ciências pela Faculdade de Medicina da USP, Especialista em Medicina do Sono e Presidente regional (ES) da Associação Brasileira do Sono (ABS). Foto: Divulgação/Acervo pessoal

Em 2018, a Associação Brasileira do Sono realizou uma pesquisa com estudantes de idade entre 13 e 17 anos a respeito de seus hábitos e queixas de sono. A ação ocorreu em escolas de todo o Brasil, durante a Semana do Sono. Os resultados foram preocupantes e mostraram que, em torno de 50% a 60%, os adolescentes entrevistados afirmaram ter problemas relativos ao assunto. Já em relação às crianças, de acordo com Simone, de uma maneira geral, aproximadamente 25% delas apresentam alguma questão relacionada ao sono a ser resolvida, como algum tipo de distúrbio, inadequação de quantidade de horas de sono, entre outras queixas.

O sono interfere na saúde física, mental e no comportamento dos seres humanos. Dormir mal mexe com a integridade do sistema imunológico, com o controle de peso e metabolismo, além de levar a alterações relacionadas ao apetite e à fome. Simone alerta: “Uma noite mal dormida pode gerar tensão, afetar o aprendizado, a memória e o desempenho cognitivo. Crianças pequenas que são privadas de sono ou dormem pouco normalmente reagem com hiperatividade, ficam mais agitadas, irritadiças e com o comportamento mais agressivo durante o dia. À medida que vão crescendo, esse cansaço vai se mostrando de uma outra forma: com mais sintomas, como a sonolência, o mau humor e o pouco contato social”.

Contudo, muitos estudos afirmam que, felizmente, este quadro é reversível. Ao aumentar a quantidade e melhorar a eficiência do sono, é possível recuperar a qualidade de vida. Assim, a palestrante pretende chamar a atenção das famílias para a importância do sono no desenvolvimento das crianças e dos adolescentes, abordando o assunto de uma maneira geral e também explicando o que acontece no cérebro e no corpo humano quando se está dormindo. A Dra. ainda deseja abordar as diferentes características do sono para cada faixa etária, os ritmos biológicos em cada fase da vida e como isso pode influenciar no cotidiano, no aprendizado, na memória e no humor dos mais jovens.

Simone afirma que é importante que os pais estejam presentes, pois, muitas vezes, são questões comportamentais que envolvem a gênese da maioria das queixas em relação ao sono, como horários e hábitos inadequados. Portanto, a relevância deste tipo de discussão dentro do ambiente escolar é grande.

A Especialista revela que a mudança do horário de início das aulas do Ensino Médio para as oito horas, implementada pela Monteiro, foi um fator que chamou bastante sua atenção positivamente. Segundo Simone, a Associação Brasileira do Sono já defende uma mudança no horário de início das aulas pela manhã, direcionada a todas as escolas, baseada nas evidências científicas que mostram os inúmeros males que a privação do sono provoca nos alunos.

Diante do quadro generalizado de queixas frequentes por parte de crianças e adolescentes em relação ao sono, a Escola Monteiro, junto à Simone Prezotti, se propõe a criar um espaço de reflexão acerca dessa necessidade biológica que influencia e afeta todas as áreas da vida humana.

Convidamos os pais e familiares dos alunos de nossa Escola para a palestra “Hora de dormir: o sono é fundamental para o desenvolvimento saudável de crianças e adolescentes!”, que acontecerá no dia 26/06, quarta-feira. O evento será iniciado às 19h, precedido de uma recepção que ocorrerá às 18h30, no auditório da Monteiro.

As inscrições devem ser feitas até o dia 25, na recepção da Escola, com Sarah ou Kézia. As vagas são limitadas.

Talita Vieira.