Diante das mudanças previstas na nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC), acrescentamos uma nova configuração ao Ensino Médio para o ano de 2022 em diante. 

Alinhado à proposta pedagógica e às práticas cotidianas da Monteiro, o Novo Médio tem como principal característica a potencialização da autonomia dos alunos. Essa nova configuração visa o desenvolvimento de competências e o aprofundamento de conhecimentos para além dos vestibulares, já que os estudantes são estimulados e orientados em processos de autoconhecimento e reconhecimento da própria identidade a partir da 1ª série. 

Com a realização de atividades que promovem a livre manifestação de ideias e incitam o pensamento crítico, os alunos são levados a identificar suas aspirações pessoais e profissionais, descobrindo o que gostam ou não. Assim, a partir da 2ª série, eles são levados a escolher uma trilha de conhecimento para se dedicar, de maneira aprofundada, à área de Ciências Humanas e Linguagem ou à de Ciências Naturais e Matemática exploradas de maneiras específicas no Projeto de Vida. 

Nossos alunos são auxiliados na construção de sua autonomia pois acreditamos que o resultado obtido nos vestibulares é apenas consequência de um ensino com bases conceituais, procedimentais e atitudinais sólidas. Nosso objetivo é prepará-los não apenas para a universidade ou o mercado de trabalho, mas para a vida. 

Oferecemos uma formação completa a nossos alunos, considerando sua saúde física e emocional e os impactos positivos do bem-estar na aprendizagem. Por isso, em 2019, alteramos o horário de início das aulas para a 1ª série, que passaram a começar às 8h – iniciativa pedagógica pioneira no Estado.

Nossa proposta para o Ensino Médio é manter nossos alunos informados sobre as mudanças e transformações do mundo. Na Monteiro, faz parte da rotina escolar estimular habilidades e competências histórico-sócio-culturais, viabilizando o contato dos estudantes com notícias e diversidade de informações. Acompanhados por professores, eles são levados a conhecer e analisar a realidade que nos cerca. Os estudos ocorrem de maneira interdisciplinar: em nosso planejamento, destacamos temas específicos trimestralmente, nos quais as disciplinas e seus respectivos projetos se apoiam, ganhando novos significados e condições de serem trabalhados juntos. 

Promovemos projetos, palestras, visitas de estudos do meio, debates e outras atividades para incitar a sensibilização e a humanização nos alunos. Investimos no desenvolvimento artístico, no incentivo à participação deles em projetos sociais e na capacitação para a produção de textos, que ocorre com orientação individualizada. Além de estimulá-los a expressar a própria identidade, ouvimos e acolhemos seus hobbies, iniciativas e ideias. Valorizamos a individualidade e estimulamos as potencialidades de cada estudante enquanto ser humano. Na busca pela constante modernização e diferenciação do Ensino Médio, nossas metodologias e currículo são abertos a mudanças. 

Os alunos podem realizar as atividades escolares em espaços dinâmicos, estruturados e seguros. Nos estudos do meio, levamos a sala de aula conosco, acreditando que o conhecimento está em todo lugar. Assim, incentivamos mais formas de reconhecimento do espaço público, aplicando metodologias e procedimentos para o enriquecer o aprendizado, nesta fase final do Ensino Básico. 

Constantemente dedicados à formação integral e cidadã dos alunos, sustentamos nossos propósitos educacionais por meio de um quadro de profissionais qualificados, que trabalham a ética, o respeito às diferenças e a solidariedade. Ao prezar por um ambiente de reflexão, crítica, autonomia e acolhimento, buscamos criar, nos alunos, respeito por sua individualidade e senso de coletividade, conscientizando-os de sua importância na sociedade e de suas ações no mundo.

Clique aqui e saiba mais sobre as mudanças para o Novo Ensino Médio da Monteiro.

Agende sua visita

A partir de 2019, a Monteiro acrescenta uma nova configuração ao Ensino Médio.

Alinhado à proposta pedagógica da Escola de ensino humanizado, o Novo Médio traz, em seu bojo, algumas melhorias em relação ao formato adotado até então. Promovendo a sustentabilidade de valores na formação dos alunos para além dos vestibulares, a Monteiro considera as mudanças sociais e novas características que o mundo vem apresentando.

Assim, apostamos no desenvolvimento de habilidades e de competências histórico-sócio-culturais dos alunos, proporcionamos a leitura de jornais impressos e televisivos com o acompanhamento dos professores, disponibilizamos espaços para produção coletiva e balcão para estudos individualizados em sala, garantido que a diversificação no mobiliário permita que os processos de ensino-aprendizagem se deem com respeito à diversidade dos indivíduos em todos os níveis.

Também incentivamos mais formas de reconhecimento do espaço público e estimulamos o despertar identitário por meio de estudos extraclasse e a livre manifestação de ideias. Promovemos debates, incitamos nossos alunos à sensibilização artística e investimos na capacitação para a produção de textos, com orientação individualizada, desde a 1ª série.

Estas ações estão sendo aplicadas por meio da oferta de novas disciplinas extracurriculares, novas metodologias e procedimentos para o enriquecimento do aprendizado e aprimoramento da formação dos alunos nesta fase final do Ensino Básico.

Outros aspectos de ampliação do rendimento estudantil considerados pela Monteiro são a concentração e o desempenho dos alunos do Médio. Para isso, o novo formato do segmento discente tem por estabelecido um novo horário de início das aulas, agora mais tarde, às 8h. Tal iniciativa pedagógica da Escola é pioneira no Estado.

Além disso, constantemente preocupados e dedicados à formação integral dos alunos como cidadãos, sustentamos nossos propósitos educacionais por meio de um quadro de profissionais qualificados, que trabalham a ética, o respeito às diferenças e a solidariedade, compartilhando um ambiente de reflexão e crítica, de debates e de autonomia com os alunos, cotidianamente.

Acreditamos que esta busca por diferenciação e modernização no Ensino Médio se repercute, como também se ampara, nos objetivos da Escola de conscientização dos alunos a respeito de sua própria história, de seu papel social e da importância de suas ações no mundo.

Nesta fase, não estamos preocupados somente com o vestibular. Acreditamos que o resultado nos exames é apenas consequência de um ensino com bases conceituais, procedimentais e atitudinais sólidas, pela aplicação de metodologias e currículo abertos às mudanças que acreditamos ser necessárias.

No nosso currículo, destacamos os temas trimestrais, nos quais as disciplinas se apoiam, ganhando significados e condições de andarem juntas.

Compartilhado pelos profissionais que dão sustentabilidade à qualidade das atividades educacionais, principalmente por todo o quadro de professores, o nosso Ensino Médio trabalha a ética, o respeito às diversidades e a solidariedade, a partir de um ambiente de reflexão, crítica, discussão e autonomia.

Agende sua visita